A história de uma Consagrada -  Seguir a Jesus Cristo na vivência dos conselhos evangélicos é viver o amor.

Artigo Vocacional 004

PAZ E BEM!

Vou partilhar um pouco da vida e missão de minha coirmã: Irmã Maria Dolores Wiggers de 91 anos de idade. Nome de batismo (Mathilde). É a caçula de sete irmãos. Ela é a única mulher. Dois deles tornaram-se também religiosos. Um foi franciscano e outro diocesano. Todos irmãos já são falecidos.

Ao conversar com ela, lembrei-me da passagem do livro do Deuteronômio que dizia: “pergunta e teu pai te ensinará, interroga, e teus avós te ensinarão” ainda me lembrei do provérbio africano que diz “na, boca de uma pessoa idosa pode faltar dentes, mas nunca faltam palavras descentes”. Para iniciar nossa conversa perguntei para ela porque está aqui? Ela com toda firmeza respondeu-me porque Deus me chamou para ser Franciscana de São José, para segui-lo e cumprir a missão por ele confiado a mim. Disse que esta entrega exigiu dela uma conversão total. Ela é feliz na Congregação e como consagrada. Contou como foi o processo do seu chamado para vida consagrada. Disse que foi uma graça, até as batidas do coração eram tão diferente, que nunca tinha sentido. Ela devia deixar tudo: pais, irmãos e namorado para consagrar-se apenas a Deus. Ela sempre lutou durante a sua caminhada para nunca fazer a sua vontade mais a vontade de seu Divino Esposo. Irmã Dolores ainda diz que a Vida Consagrada é um Dom e graça de Deus. Assim sendo seguir a Jesus Cristo na vivência dos conselhos evangélicos é viver o amor. Não esquecer que o amor só é firme, numa oração contínua, na vivência da Palavra de Deus e na contemplação de todas suas criaturas. Ainda ela acrescentou que para ser consagrada é necessário separar as coisas. Estar no mundo, mas não ser do mundo. Ela sempre foi uma missionária disponível não só a Congregação, mas a toda Igreja. Ela foi missionária na Holanda e Alemanha, em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, e hoje ela está no noviciado da Congregação no Paraná, em Piraquara. Ela ainda dá aulas de costura, crochê, e bordado. Ela sempre ajudou na formação. É muito bom servir ao Senhor. Tem suas dificuldades, mas quem não tem. Com a graça de Deus teve até hoje a força de servir o reino de seu Mestre. Perguntei qual é a mensagem que ela quer passar para nós jovens que optamos em seguir nesta vida? Ela serenamente disse: Queridos jovens o chamado a vida consagrada é um tesouro escondido que só se encontra quando procuramos, também é um Dom de Deus, mas vale apena. É só ter amor no coração e boa vontade para se doar. Jovem coragem e contem com as minhas orações. Amém.    
Eu sou Irmã Benilde Luzia Candembo Júlio Solino, noviça das irmãs Franciscanas de São José, natural de Angola – África.
                  

 
Indique a um amigo
 
 
Artigos Relacionadas

Notice: Undefined property: stdClass::$categoria in /home/crbprbr/public_html/pg/post2.php on line 167

Notice: Undefined property: stdClass::$id in /home/crbprbr/public_html/pg/post2.php on line 167