ESPIRITUALIDADE MISSIONÁRIA

Artigos Mês Missionário 001

Com alegria iniciamos o Mês missionário, e neste mês queremos partilhar a Missão das Congregações presentes em nossa Regional. Para abertura convidamos a Ir. Maria de Fátima Kapp, do  Setor Missão da CRB Nacional, para partilhar conosco um artigo relacionado ao tema. 
Nas próximas semanas vamos publicar uma sequência de vídeos e artigos das diversas missões, que a Vida Religiosa Consagrada vive em nossa Regional e além Brasil.

ESPIRITUALIDADE MISSIONÁRIA

A dimensão espiritual está profundamente vinculada à missão. Mas podemos e devemos nos interrogar: o que é missão? Deus é MISSÃO. E em Deus nós somos missão. O Papa Francisco6 afirma: \"a vida é uma missão. Todo homem e mulher é uma missão, e esta é a razão pela qual se encontra a viver na terra. Ser atraídos e ser enviados são dois movimentos que o nosso coração sente... \"Eu sou sempre uma missão; tu és sempre uma missão, cada batizada e batizado é uma missão7\". “Cada um de nós é chamado a refletir sobre esta realidade: \'eu sou uma missão nesta terra e para isto estou neste mundo” 8.

Considerando essa afirmação do Papa Francisco que encerra uma profunda e autêntica realidade - somos MISSÃO – a espiritualidade missionária é a força interior, a luz que ilumina o nosso modo de ser e viver neste mundo. A maneira de viver, como missão, vem do enraizamento no Espírito Divino. É N´Ele que descobrimos e discernimos o modo como cultivar e viver a missão que somos. A primeira missão que Deus nos confia é a nossa vida. “A Vida é Missão!” O mês missionário deste ano nos aponta para a missão, uma realidade existencial. Toda vida é missão. Somos vocacionados e vocacionadas à missão. A missionariedade está vinculada e enraizada em nosso ser, como pessoas, filhas e filhos de Deus. A vida constitui o solo fecundo e fértil da missão à qual somos chamadas e chamados. 

Missão não é um acúmulo de atividades, como atuar na catequese, participar e animar celebrações litúrgicas, colaborar nas diversas pastorais e movimentos eclesiais. Essas e outras ações e iniciativas constituem atividades que expressam, animam o projeto\\serviço missionário de Jesus, legado às suas discípulas e seus discípulos. 

Toda e qualquer atividade e\\ou projeto pastoral, eclesial, por mais expressivo e bem planejado, não frutificam se não forem alicerçados numa profunda e duradoura experiência de Deus. É o Espírito Santo que nos conduz pelos caminhos da vida/missão. Em outras palavras, é o Espírito Santo que nos revela a missão a que somos chamadas/os pelo Deus da Vida. Ele nos orienta para encontrarmos as mediações, descobrirmos e redescobrirmos o tesouro precioso da missão que reside na profundidade de nosso ser, ou seja, Ele nos revela que a nossa vida é a missão que Deus nos confia. O Espírito Divino nos leva a acolhermos o dom de nossa vida, como missão primordial e nos inspira ao cuidado e cultivo desse mesmo dom. 

As convicções que brotam da experiência de Deus geram projetos de vida autêntica. Temos o exemplo do relacionamento de Jesus com o Pai: “Eu e o Pai somos um” (Jo17,11). Jesus cultivava a sua espiritualidade, continuamente, por meio da sua oração pessoal, em lugares afastados e desertos. Quando não podia fazer durante o dia, o fazia à noite ou de madrugada (Mc 1, 35; Lc 4, 42). 

Jesus é o enviado de Deus Pai. Ele nos revela o rosto de Deus Mãe Pai de compaixão e misericórdia. Jesus vivia em comunhão com seu Pai. A espiritualidade constitui um “estilo de vida”. É viver segundo o Espírito de Deus e não segundo a carne (Rm 8,1-17;Gl 5,13-16). Viver segundo o espírito significa cultivar “os mesmos sentimentos” do Filho Jesus (Fl 2,5). E, assim, permanecer numa atitude, de “ Igreja em saída”. Essa “saída” de que se refere o santo Padre, é a saída de si mesmo, para ir ao encontro do/a outro/a. A missionariedade que nos interpela, em nossos dias, é a disponibilidade de criar pontes, estabelecer vínculos, buscar relações saudáveis e curativas.

A espiritualidade missionária deve estar encarnada em nossa vida cotidiana. A primeira missão que Deus nos confiou ao nos chamar a este mundo é a VIDA, ou seja, o cuidado e aprimoramento, com a vida que recebemos como um presente de sua gratuidade divina. A espiritualidade missionária é a luz que ilumina o caminhar, no dia a dia, de nossa vida/missão. Quer estejamos na escola, no trabalho, no ônibus, na rua, em casa, na igreja, no lazer; alegres ou tristes, saudáveis ou doentes, etc., somos e vivemos a missão impulsionadas/os pelo Espírito de Deus. Nesse tempo, em que o vírus da covid-19 mudou nossas agendas, planos e o atuar cotidiano, descobrimos e redescobrimos o quanto somos missionárias/os, sem sair de casa. 

São louváveis os inúmeros testemunhos de pessoas: profissionais da saúde e de serviços essenciais que se arriscaram para cuidar dos outros, num serviço constante, exaustivo e perpassado de tensões. Certamente, o fizeram por entender que a sua vida é missão e que a vida dos outros, irmãs e irmãos, é valiosa e preciosa. Para quem vive na confiança de que Deus é o Senhor da vida/missão, não hesita em colocar em prática o que o apóstolo Paulo nos assegura: “para mim o viver é Cristo e morrer é lucro” (Fl 1,21), porque quer vivamos, quer morramos estamos em Cristo e, por Cristo, no coração da Trindade Santa. Assim o assegura nossa fé e nos fortalece a esperança de que tudo está nas mãos e no coração do Deus da vida.


Irmã Maria de Fátima Kapp, ssps¹

¹Irmã Maria de Fátima Kapp, ssps. É religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo. Fez licenciatura em Teologia na Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre/RS, mestrado em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro/RJ e Especialização em Relação de Ajuda, pela Faculdade União, Ponta Grossa/PR. Atuou três anos na Conferência dos Religiosos do Brasil/ Regional de Curitiba/PR, como assessora da Formação, na CRB Nacional, no Rio de Janeiro/RJ, como assessora da Formação e da Missão. Pela segunda vez, foi liberada para o Setor Missão da CRB Nacional, no qual atua há cinco anos.

Papa Francisco, mensagem para o Dia Mundial das Missões, 2018.
 Papa Francisco, mensagem para o Dia Mundial das Missões - 20 de outubro de 2019.
Papa Francisco, Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, nº 273.


A VIDA É MISSÃO!
Louvor e gratidão ao Deus missionário,
que em Jesus se revela solidário;
irmão, presença fecunda
que nos circunda,
a cada momento da história.

Eu sou uma missão neste mundo.
Sou uma missão do Deus amor,
visível e acessível a todos.
A missão é dom, compromisso e serviço
que me leva a um estado permanente de saída,
de busca e discernimento,
para abraçar cada situação e deixar vibrar meu coração.

“Eis-me aqui, envia-me"!
Para que minha vida seja missão,
acolhida e oferecida para sanar feridas;
aquecer o que frio;
humanizar corações;
cuidar da terra, nosso chão;
tocar situações;
para que o evangelho que anuncio e o mal que denuncio;
sejam profecia e sabedoria;
partilha, vivência e superação de doenças, injustiças e carências.

A vida é missão!
É o brado veemente de cada coração, especialmente,
daquelas pessoas, nas quais ressoa a Palavra viva de Deus;
dança a beleza e grandiosidade vida,
mesmo sofrida, mas sempre destemida.

Senhor, suplico a graça de estar sempre em partida,
para o encontro de cada irmã e de cada irmão,
filha amada e filho amado, do Deus humanizado
que em Jesus, se fez verbo encarnado,
para que o mundo seja revigorado,
hoje e sempre. Amém!

Irmã Maria de Fátima Kapp,ssps
Assessora Executiva da CRB Nacional
Brasília, 02 de outubro de 2020.
Santos Anjos, guardai-nos e protegei-nos!


 
Indique a um amigo
 
 
Artigos Relacionadas

Notice: Trying to get property of non-object in /home/crbprbr/public_html/pg/post2.php on line 167

Notice: Trying to get property of non-object in /home/crbprbr/public_html/pg/post2.php on line 167