NOVINTER I - Formação Humana



Entre os dias 02 e 05 de março, a CRB-PR promoveu o primeiro Módulo do Novinter 2021 que, pelas exigências que a pandemia do COVID-19 nos impõe, precisou ser ministrado sob a modalidade remota. Usufruindo dos recursos que a tecnologia nos oferece, os encontros se deram na plataforma Google Meet, e reuniram 48 formandos, com seus respectivos formadores, de 13 Congregações. As reuniões se deram sempre no período da manhã, das 8h30m às 12h, e as tardes foram destinadas ao aprofundamento e assimilação do conteúdo trabalhado, a partir de uma abordagem mais pessoal e orante. A fim de preservar os intuitos de mútua contribuição e aproximação dos participantes, foram promovidas partilhas online dos temas desenvolvidos, a fim de garantir a todos os formandos uma presença ativa, dividindo seu processo de crescimento pessoal com todo o grupo. 

Com a assessoria da Ir. Renata Vetroni (Irmãs do Verbo Encarnado), abordou-se o tema \"Formação Humana\", que abrangeu a formação da personalidade, desde a história pessoal e familiar dos participantes até uma breve abordagem sobre os estilos de personalidade presentes em cada pessoa. Sem dúvidas, foi uma grande oportunidade de descermos à nossa interioridade, abrindo-nos ao conhecimento de nós mesmos para, a partir dele, aclararmos o nosso relacionamento interpessoal e, mais ainda, a nossa relação com Deus. Revisitando nossa história pessoal, fomos motivados a nos reconciliarmos com as nossas dificuldades, dando-lhes nomes e integrando-as ao nosso processo formativo e de crescimento humano. 

Fomos ainda, durante a exposição, confrontados com o desafiador binômio do eu-ideal e eu-real, em que precisamos identificar os valores que norteiam o nosso Ser humano e nosso Ser consagrado. A partir de uma perspicaz colocação da Ir. Renata, fomos levados a questionar nossos valores e atitudes, avaliando se eles estão em consonância, ou se sua relação guarda certa incoerência, observada a partir de uma rotina que montamos para um \"dia livre\". Tal atividade possibilitou-nos visualizar os princípios que orientam o nosso viver, apontando os valores que predominam e que mais nos influenciam na tomada de decisões. Não obstante se trate de uma atividade entre tantas outras sugeridas durante este primeiro Módulo do Novinter, o aprendizado que dela tiramos nos ajudou na contínua tarefa de aprofundarmos o nosso autoconhecimento, e certamente nos servirá de norte na elaboração de nosso Projeto de Vida, pois que destacou o que é, para cada um, prioridade em seu íntimo. 

Por fim, mereceu destaque o tema da alteridade na formação e no desenvolvimento de nossa personalidade, bem como nas diferentes influências a que estamos sujeitos nas relações interpessoais, enquanto pessoas em conexão que somos. Como verdadeiro Mistério que é o relacionar-se com o Deus que habita em cada Criatura, Ir. Renata provocou todos os participantes a visitarem suas relações, transformando-as em fonte de Vida a partir da partilha de um Caminho Comum que, enquanto consagrados, somos chamados a percorrer na vida fraterna. Nossos passos se encontram, de certa forma, espelhados nas experiências afetivas positivas ou negativas que tivemos no passado. Assim, para avançarmos em nosso processo de formação humana, e na relação de intimidade que estabelecemos com os outros e, sobretudo, com Deus, é essencial elaborarmos as vivências que trazemos conosco, partilhando-as à luz dos sentimentos que suscitam, e dos valores que carregam consigo. Só assim poderemos distinguir as fragilidades que são inerentes à dimensão humana daquelas que se encontram mais no âmbito espiritual ou vocacional. 

De certo, o Módulo Formação Humana representou, para todos os participantes, uma valiosa oportunidade de abertura dos horizontes e aprofundamento no próprio conhecimento. A partir dele, pudemos nos perceber ainda mais claramente como seres amados e criados por Deus, mas que, humanos como somos, precisamos nos harmonizar no relacionamento com as pessoas, com o ambiente, com as diferentes culturas e personalidades e, sobretudo, em nossa relação conosco e com Deus, de que afluem todas as demais. É o percurso por este caminho de maturidade do coração que nos conduzirá à liberdade interior, única capaz de nos abrir a um fiel e radical seguimento de Jesus Cristo, a que todos optamos em nossa livre e sincera consagração. 

Ir. Maria Rita Barreto da Rosa  e ir. Danieli Sbizaro - Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo


 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas