Primeiro Juninter  2021


Neste final de semana no dia 13 e 14 de março, aconteceu o primeiro Juninter do ano de 2021, cujo tema abordou a realidade em que estamos inseridos no mundo atual, ou seja, as redes sociais. Contamos com a assessoria de João Eduardo Macari, Co-founder e Gestor Personnalité Comunicação, Jornalista e Palestrante.

A formação nos  proporcionou um olhar atento de como usar as redes sociais e uma tomada de consciência mostrando a nós , enquanto Vida Consagrada, como se portar, o que postar e como de fato ser Sal da terra e Luz no mundo nesse século digital. 


Aqui estarão alguns apontamentos marcantes de nossa formação:

• “A presença de um religioso faz toda a diferença, as pessoas nos olham e sentem a presença de Deus”;
• Vivemos em um momento de polarização, de divisão de ideais, portanto é necessária muita prudência e cautela nas mídias, para não entrarmos em discussões, pois o mundo está ferido e precisa de mensagens de fé , esperança e caridade;
• “É preciso ser religioso (a) 24 horas por dia, uma presença On-line e Off-line “; 
• “Estamos no mundo, mas não somos do mundo”;
• É preciso manter o equilíbrio, principalmente ao compartilhar informações, para que não contribuamos na disseminação de noticias  falsas;
• Sobre nossas postagens, nem sempre as pessoas estão na mesma sintonia que nós, então podem acabar por não compreender o que queremos dizer; 

Mensagem  do Papa Francisco  para o dia das Comunicações Sociais:
“ Precisamos de respirar a verdade das histórias boas; histórias que edifiquem, e não as que destruam; histórias que ajudem a reencontrar as raízes e a força para prosseguirmos juntos(...)”

Somos convidados a evangelizar, mostrar a beleza de nossa congregação, a rede social deve nos possibilitar criar conexão com o que é bom. As pessoas carecem de mensagens boas, que as conduza e inspire e toque seus corações.

Existem muitos desafios e devemos estar atentos para não gerar polemicas. Já que somos a “Voz profética que grita no deserto” , combatamos o mal com bem, ou seja pela alegria da nossa consagração e nosso testemunho de vida, cada um na sua forma de expressividade, mas sempre lembrando da sua identidade enquanto membro de uma Instituição e como parte do Corpo Místico de Cristo.   

Funções das redes:
• Educar;
• Testemunhar;
• Iluminar;
• Acolher;
• Valorizar;
• Inspirar;
• Salvar;

Alguns recursos que podem ser utilizados:

Testemunhos vocacionais,  partilhas de vida, mensagens de encorajamento e paz, lives oracionais, grupos de reflexão, introduzir-se nos aplicativos sociais em que os jovens estão presentes para evangelizar, lembrando que os recursos utilizados devem estar de acordo com o publico que se quer atingir. 

Portanto que sejamos de fato instrumentos de Deus em todas as realidades em que a sociedade está introduzida! 

Ir. Natali Karpinski, Irs Franciscanas da Sagrada Família de Maria

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas